Bibiloteca de

Vidas

 

 

Conversa enre Lençois

A necessidade de se estar em “residência” neste momento abrange, para além do sentido do uso artístico vinculado à palavra, um novo ritual de cuidado para com o outro. Com a reclusão obrigatória, em que lugar se encontra nossa pulsão vital e criativa? Continuamos a produzir arte? Como está se dando esta produção? Pensando em novas organizações de geografia dos lugares, surgem questões. Habitar é o ritual da transformação. O intuito da proposta “Conversas entre lençóis” é buscar desenvolver essa arqueologia do cotidiano, refletir sobre o contexto dos religamentos afetivos nesse momento de isolamento e escassez de uma programação social. Criando um olhar atento ao trivial, enxergando a membrana poética nos acontecimentos do dia à dia.

Pneumatóforas

Um conjunto de entrevistas, buscando pensar junto com os convidados o sentido de afetividade (afetar-se), em um momento de futuros suspensos. Ao final de cada papo, que tem hora marcada e é feita pelos meios digitais, como vídeos chamadas e conferências, eu que também utilizo do desenho como forma de reflexão, presenteio o convidado (a) com uma dessas artes. São enviadas a cada entrevistado por correio, impressos com todo o carinho, tendo o intuito de materializar o virtual e assim, agradecer aos encontros. As entrevistas são divididas em quatro eixos:

 

1 - A pandemia e os impactos irreversíveis na educação.

2 - A necessidade de se repensar o papel da arte, as estruturas e os modos de se operar, neste momento de futuros suspensos.

3 - A realidade dos profissionais de saúde na linha de frente contra a COVID - 19.

4 - O nascer traz ao mundo uma mensagem de renovação e esperança. Para além das perguntas específicas a estes campos, tenho realizado duas indagações comuns à todos: Você tem sonhado? Tendo o sonho como revelador de desejos, simulação de um futuro possível, com base em ontem, como será o amanhã? (Para que serve o sonho? Oráculo da noite, o sonho na vida contemporânea ou a falta de, isso se torna um diagnóstico?).

 

GabiBandeira.com | 2016

Design: HugoSentinelli.com